Blog

Quais são as particularidades da pele das crianças?

> Vida CeraVe

Quais são as particularidades da pele das crianças?

Antes dos 6 anos de idade, a pele ainda não desenvolveu os mecanismos de defesa presentes na pele adulta. Por esse motivo, é preciso ter um cuidado especial com a pele dos bebés e das crianças. Explicações.

Quais são as especificidades da pele de uma criança?

Para começar, o aspeto da pele dos bebés e das crianças é diferente. A sua pele é cinco a seis vezes mais fina do que a pele de um adulto, embora seja composta pelo mesmo número de camadas. Além disso, é mais reativa às agressões externas, sobretudo devido ao facto de as glândulas sebáceas e a densidade das células serem menores do que nos adultos. A película hidrolipídica, responsável pela proteção da superfície da pele, é particularmente frágil. Como resultado, a pele dos bebés é mais sensível e tem maiores probabilidades de ficar seca. O seu corpo também perde calor mais facilmente, o que faz com que as crianças (e a sua pele) sejam mais sensíveis às variações de temperatura. A pele dos recém-nascidos e dos bebés é normalmente menos ácida do que a pele dos adultos. O seu pH é ligeiramente inferior a 7, ao passo que o pH dos adultos corresponde a 5,5. Este fator também pode influenciar a permeabilidade da pele, tornando-a mais suscetível a irritações.

Por volta dos 6 anos, a estrutura da pele atinge a sua maturidade. A atividade das glândulas sebáceas torna-se mais rápida, sobretudo durante a puberdade, quando as alterações hormonais têm lugar. Essas alterações provocam diferenças entre as estruturas da pele dos rapazes e das raparigas, que até esse momento são semelhantes.

Quais são os cuidados a ter com a pele das crianças?

Por todos estes motivos, a pele das crianças precisa de cuidados especiais.

Limpeza suave

Em primeiro lugar, utilize produtos de limpeza suaves. Evite os sabões alcalinos, que eliminam os lípidos presentes na superfície da pele, tornando-a seca. Para evitar que a pele fique seca, os banhos devem ser rápidos. a água tem tendência para agredir a pele, sobretudo se estiver quente.

Hidratação

Utilize produtos hipoalergénicos e sem perfume, especialmente concebidos para a pele sensível das crianças, para hidratar a pele todos os dias. Em caso de pele atópica, consulte o seu pediatra ou um dermatologista.

Proteção da pele contra o sol

Os raios UV são particularmente nocivos para as crianças. A produção de melanina é muito reduzida nas crianças. Quando são expostas ao sol, devem utilizar um protetor solar com um índice de proteção 50. Poderá igualmente investir em roupas com proteção UV. Por último, não se esqueça do chapéu e dos óculos de sol quando a exposição ao sol for inevitável.

Mais informações sobre o eczema atópico

A dermatite atópica (também designada por eczema atópico) é uma doença da pele muito frequente nas crianças. Entre 10 a 20% das crianças são afetadas. Num terço dos casos, a doença desaparece no final da infância, mas é possível sofrer desta doença na idade adulta. As pessoas afetadas não possuem níveis adequados de lípidos e fatores naturais de hidratação. Como resultado, a barreira protetora da pele fica debilitada.

Esta doença manifesta-se por uma secura extrema da pele, que fica irritada e sofre descamação. A pele deve ser hidratada diariamente enquanto a dermatite estiver na fase inativa. Durante a fase ativa, a criança deverá receber um tratamento tópico para reduzir a inflamação da pele e os pruridos.